Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Foi realizada esta manhã a audiência publica na câmaramunicipal de vereadores para tratar do transporte publico em Imperatriz. Como oesperado, o proprietário da empresa não compareceu e enviou o advogado para representá-lo.

A sessão iniciou com a palavra do vereador Buzuca, autorda convocação, que pediu esclarecimentos sobre a situação a que estão sendoexpostos os usuários, segundo o vereador, estudantes e profissionais docomercio em geral estariam sendo prejudicados em função da deficiência daempresa.
O proprietário da empresa enviou o advogado como representante e mais de 100 funcionários, que se manifestavam com faixas e aplausos.  
Segundo o Dr. José Dantas, advogado e representante da VBL,a empresa teria sua função social empregando profissionais e ajudando na distribuiçãode renda na cidade. Sobre a quebra dos ônibus culpou a falta de profissionaispara trabalhar na manutenção e justificou afirmando que os veículos sempre são substituídosquando ocorrem os problemas.

Advogado representou a empresa VBL
Manifestantes tiveram a oportunidade de usar a tribuna erelataram a deficiência do transporte e os constrangimentos que, segundo eles,são submetidos.

Para Mateus, proprietário da empresa Aparecida, que explora o serviço de transporte urbano e tambémfoi convocado para a audiência, seus ônibus são trocados e revisados diariamentepara evitar a decadência no qual a empresa VBL estaria vivenciando. “Nós trabalhamospara não quebrar, mas é possível que isso ocorra, detemos 1/3 das linhas etemos trabalhado para evitar o sucateamento da frota, inclusive com um planopara renovação a partir de 2014”, finalizou.

No meio da sessão ocorreu um tumulto generalizado, quando overeador não permitiu um dos manifestantes de fazer o pronunciamento, aceitando logo depois. Outros dois usuários se manifestaram e colocaram seus problemas e reivindicações  A audiência foi acompanhada pelo promotor na área de defesa do consumidor, Sandro Biscaro, do procurador do município, Gilson Ramalho, e do secretário de transito José Ribamar, o Cabo J.

Veja o vídeo da confusão. A matéria completa sobre a audiência dotransporte publico logo mais:



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54


É importante destacar a coragem do vereador Buzuca emsolicitar a audiência publica para debater e solucionar os problemas que aempresa tem causado para os usuários de Imperatriz.
Pontos importantes devem ser destacados e que fere o acordode exploração do serviço realizado através do contrato de concessão publica,como: O uso de veículos com mais de 10 anos de uso, com placa de outrosEstados, sujos, sem manutenção, não cumprimento de horários e mudança dehorários sem aviso prévio.
Seguindo a linha de outras audiências é possível que doispontos sejam tratados pelo proprietário da empresa VBL, mas que não justificamo estado decadente que a empresa se encontra; O aumento de tarifas, para darcondições realizar novos investimentos; realizar pesquisa econômica para ver sede fato existe necessidade adquirir ônibus novos; e o motivo da quebra que podeser atribuído a condição das ruas, seguindo a mesma desculpa argumentada emSenador La Roque.

Veja alguns pontos importantes do contrato que abre condições legais para rescisão do contrato:

CLÁUSULA PRIMEIRA – DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA

c)manter sob sua posse, durante a concessão, veículos em número suficiente e em grau de qualidade exigível na prestação dos serviços, responsabilizando-se pelas substituições, complementações ou adaptações necessárias a obediência, composição da frota, bem como pela sua manutenção, incluídos componentes, acessórios, garagem, pátio de estacionamento, oficinas, segurança e tudo o mais indispensável ao bom e fiel desempenho da operação.

d) operar as linhas do Sistema Municipal de Transporte Público de Imperatriz, de modo a garantir segurança, regularidade, eficiência e comodidade, na forma da lei e demais normas, bem como nos moldes das exigências e instruções do Ministério Público do Trabalho;

j)reservar  os 02(dois) primeiros assentos para pessoas  idosas, deficientes físicos e gestantes sinalizando-os;

m) cumprir rigorosamente as disposições legais referentes a segurança, higiene e medicina do trabalho;

p)manter durante o prazo de execução do contrato as exigências de habilidades e qualificação exigidas na licitação;

CLÁUSULA OITAVA – DAS PENALIDADES

Pela inobservância total ou parcial das obrigações previstas na legislação em vigor e, em especial, nas previstas no Contrato decorrente do presente certame, o Poder Concernente poderá, de acordo com a natureza da inflação, garantido o princípio da ampla defesa, aplicar as seguintes sanções:

a)Advertência escrita;
b) Multa no valor de 20 UFIRs – Unidade Fiscal de Referência;
c) Recolhimento do veículo à garagem da contratada;
d)Rescisão da concessão.

SUBCLÁUSULA PRIMEIRA – A advertência escrita será sempre aplicada inicialmente e conterá determinações expressas sobre as providências necessárias ao saneamento da irregularidade que lhe deu origem, bem como o prazo para sua efetivação.

 SUBCLÁUSULA SEGUNDA – A pena de advertência converter-se-á em multa caso não sejam atendidas, no devido prazo, as providências determinadas.

SUBCLÁUSULA TERCEIRA – A penalidade de recolhimento do veículo à garagem da contratada será aplicada quando:

1 – o veículo não apresentar as condições de segurança exigidas pelo Poder Concedente;
2 – o veículo estiver operando sem a devida licença do Poder Concedente.
SUBCLÁUSULA QUARTA – A rescisão unilateral do contrato será efetuada se a Contratada:
1 – tiver decretada sua falência;
2 – entrar em processo de dissolução legal;
3 – cobrar tarifa superior ao preço vigente;
4 – reduzir a frota operacional sem anuência do Poder Concedente, salvo por motivo de força maior.




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40


Amanhã ( 28) será o grande dia, onde será realizado a audiência publica paradebater a situação do transporte publico na cidade de Imperatriz. O mesmo já ocorreuna cidade de Senador La Roque nesta segunda-feira (25) e ocorrerá em João lisboa no próximo dia 11 de março.

Proprietário diz que se aumentar o preço das passagens
poderá fazer mais investimentos...
Sem experiência para tratar de tal assunto, sem realizar umapesquisa prévia sobre as obrigações da empresa e nem criar meios para fiscalizar o cumprimento doacertado, a audiência publica que foi realizada pela câmara de Senador La Roquesimplesmente não deu e nem dará em nada, por dois motivos:

Primeiro porque a empresa prestanaquela cidade um serviço intermunicipal, que não é regido e nem fiscalizadopelo município, mas sim pela Geinfra, órgão que rege o sistema de  transporte no Estado, com sede e escritórioregional na rodoviária de Imperatriz, pior, não foi feito nenhum documento formal para que aempresa VBL cumpra o acordado.

Os vereadores reivindicaram o cumprimento dos horários desaída da cidade com destino a Imperatriz e também a qualidade e o ano dosveículos que fazem o trajeto, pois segundo eles, os ônibus não estariam chegandoao seu destino final. Para o proprietário da empresa, o problema não seria demanutenção da frota, mas sim da rodovia e disse "contundentemente" que se a câmara conceder aumento no preço das passagens poderá fazer mais investimentos. Ao final, a câmara que não tem nenhum podersobre o transporte intermunicipal, não aprovou o envio de qualquer documento aGeinfra e nem a comissão de transporte da AssembléiaLegislativa, que são os verdadeiros responsáveis por fiscalizar e punir o tipode serviço que está sendo prestado.
Onibus 2002 seguindo para Senador LaRoque.  Novo?

Em Imperatriz, os vereadores Rildo Amaral, Carlos Hermes eMarco Teorema prometem que, se a empresa não cumprir o determinado serásolicitado a prefeitura que inicie o processo de cancelamento do contrato de concessão publica entre a empresa e a prefeitura, visto que a mesma não tem cumprido as determinações do acordo firmado entre o Ministério Publico, Setran e a própria VBL, que determina um prazo final para cumprimento do ajuste de conduta,que se encerrará no próximo mês.

 Segundo o Sr. Mario, proprietário da empresaVBL, somente após um estudo técnico de necessidade, a empresa incluirá em seuplanejamento futuro a compra de ônibus novos, mas condicionando tal ação aoaumento do preço das passagens.

ônibus preso na barreira da policia rodoviária
por falta de documentos...
Em Imperatriz não se aplica o mesmo caso de João Lisboa eSenador Laroque, pois o acordo de prestação de serviços são realizados com o própriomunicípio.

Se a prefeitura cancelar o contrato com a VBL terá querealizar uma concessão de emergência pelo prazo de 90 dias, para que outra empresaexplore o serviço até a abertura e finalização do novo processo licitatório. Não esquecendo que, enquanto não houver concorrênciapoderá vir quantas empresas for possível que o serviço continuará de mal apior, por outro lado, a prefeitura ficará a mercê da justiça em outras instancias superiores ou talvez até umaação indenizatória feita pela própria VBL.

Uma saída seria a abertura de concessão, usando do direitoda livre concorrência, para entrar outras empresas para concorrer com a VBL,obrigando a desordeira a implementar mudanças ou realizar novos investimentos.

É esperar pra ver o resultado final dessa queda debraço, entre a empresa VBL e os poderes públicos constituídos, onde o principal prejudicado éo usuário que tem de quebra, um dos piores e mais caros serviços.

Entre os principais problemas da empresa estão: a falta de manutenção e limpeza, não cumprimento do item que obriga a empresa a usar veículos com no máximo de 10 anos, o emplacamento dos ônibus na cidade e constantes quebras, corte de horários; infligindo o item que rege sobre o transporte regular de passageiro, quer dizer, regular como o nome já diz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46

Entrada da cidade de Amarante do Maranhão

A comerciante  Maria Rosilene Alves, residente na cidade de Amarante do Maranhão, a 105 km de Imperatriz, oeste do Estado ( a cerca de 760 km de São Luis) está fazendo um apelo à embaixada brasileira no México em busca de informações sobre duas filhas dela que estariam presas naquele país há um mês.

Segundo Maria Rosilene, as filhas dela Roseane Ribeiro Alves e Camila Ribeiro Gonzalez foram presas com os maridos que integram uma quadrilha chefiada por Ignacio Gonzalez de Arriba. Ele é suspeito de envolvimento com a prostituição, vinha mantendo mulheres reféns no México e também se auto proclamava a encarnação de Jesus Cristo.

Maria Rosilene procurou na tarde desta terça-feira (26) a Assistência Jurídica da Prefeitura de Amarante do Maranhão, onde pediu ajuda. A advogada Maira, informou que já deu entrada com um pedido de informações as autoridades competentes em Brasília.


Por João Rodrigues

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:16

Greve e politicalha...

por Holden, em 26.02.13

Apesar de não discordar das constantes busca por aumento desalário por entidades de representantes de classe, algumas, tendem a se prendera questões políticas e se esquecem que o real objetivo é a luta de classe, enão, dos desejos políticos por trás dessa batalha, que termina por afundar a razão. 

A busca do Steei parece ter se dilacerado no caminho,ficando claro, - como eu já havia tratado anteriormente -, que existem questõese questões, mas no momento em que fica claro o envolvimento de personagensexternas a causa, o movimento passa, de fato, a ser político.

Sendo assim, a causa deve ser tratado de forma diferenciada, vistoque existe mais que seus direitos a serem debatidos, pois a paralisaçãorealizada de forma premeditada sempre que se inicia o período letivo, tambémtende a prejudicar a outra parte, que não está nem um pouco preocupada com A ouB, mas em começar o ano com aula e terminá-lo, como as demais escolas terminam,com aula.

Visto as duas partes com imparcialidade, se percebe que uma, até então incomunicável, tende a escolher a formacomplexa de começar as negociações, usando sempre a paralisação ou greve, como se fosse uma solução irremediável.
O secretário de educação do município deixou clara aintenção do governo em negociar e negociar, dispensando a parte política e commaturidade, sempre colocando que estava disposto a negociar.

O importante,hoje, não é a versão do sindicato e, ou, o lado do governo, mas daparte que sempre será a mais prejudicada, que neste caso, ambos devem se atentar e colocar em primeiro plano, esquecendo o fato político. 

 Ficou claro que a maioria dosservidores desta entidade não aderiram ao movimento e escolheram permanecer de fora, percebendo que há uma outra intenção na questão que, colaborou aindamais  para reafirmar o que já se havia percebido; Começou as eleições de 2014.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:35


Aconteceu nesta sexta 22/02/2013 a Eleição do Conselho do Trabalho e Emprego para o próximo triênio.

Os conselheiros eleitos firmaram compromisso em participar do desenvolvimento de melhores políticas trabalhistas para Imperatriz, por meio de vários instrumentos inclusive a deliberação e encaminhamento das necessidades da Classe Trabalhadora para as diversas Instituições sejam públicas ou privadas e para os Governos Municipal, Estadual ao Governo Federal, especificamente ao Ministério do Trabalho e Emprego, aprimorando o diálogo federativo em prol das necessidades de trabalhadores e trabalhadoras de Imperatriz.
Alguns conselheiros da gestão anterior foram reeleitos entre eles o Presidente da Associação Comercial de Imperatriz Euclides Vieira, que também foi reeleito presidente do Conselho.

 A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Maranhão, uma das conselheiras eleitas acredita que esse é um passo essencial na representatividade da área da saúde, pois a participação de profissionais da saúde traz à luz das discussões do Conselho a problemática do Setor da Saúde e fortalecerá as lutas e as conquistas da enfermagem.
O Secretário de Desenvolvimento Econômico de Imperatriz Sabino Costa participou da Reunião e abordou vários assuntos, entre eles afirmou que um dos maiores desafios do Conselho será a Capacitação e a formação de profissionais e alertou sobre a necessidade do empenho dos Conselheiros nesse sentido.
Será agendada uma Solenidade para a Posse dos Conselheiros Eleitos, com a participação dos trabalhadores,  trabalhadoras, dos Gestores e empregadores e dos demais integrantes da Sociedade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:19


Os moradores pedem socorro ao poder público no bairro Vila Sálvio Dino, na cidade de João Lisboa, na região Tocantina. A afirmação é do vereador Francisco Alves de Holanda Júnior (PTB), o Júnior Holanda.
Ele reivindicou na sessão ordinária dessa segunda-feira (25/02) providências à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) no sentido que revitalize o bloqueteamento de um trecho da rua “A”, na Vila Sálvio Dino.
Júnior Holanda conta que o pavimento da via não suportou o trânsito de veículos pesados [ônibus e caminhões] e “estourou” o bloqueteamento dificultando o acesso de carros e motociclistas que arriscam a travessia pela rua “A”. “Essa é uma situação que precisa ser resolvida em curto intervalo, pois a comunidade clama por melhorias em toda vila Sálvio Dino”, disparou.
O vereador também considera crítica a falta de iluminação pública, embora os moradores paguem mensalmente a famigerada taxa à Companhia Energética do Maranhão (Cemar) que repassa os recursos arrecadados ao município de João Lisboa. “A manutenção do serviço, incluindo reparos e substituição das luminárias é de responsabilidade da Prefeitura Municipal”, garante.
Reivindicou ainda ao município a instalação de luminárias e lâmpadas na rua “F”, na Vila Sálvio Dino. O vereador entende que melhorar a iluminação pública também contribuirá para o setor da segurança pública. “Esse é um direito constitucional do cidadão joãolisboense que precisa ser assegurado pelo governo municipal”, observa.
Bueiro – Júnior Holanda, que luta para viabilizar projetos e ações em benefício da comunidade, aponta ainda como um dos maiores problemas do bairro a situação de um bueiro estourado na rua B2, na Vila Sálvio Dino.
Ele alerta que o acúmulo de água pode causar nessa época do ano a proliferação do mosquito aedes aegypti,transmissor da dengue, além de causar outras doenças endêmicas, sendo necessária a urgente intervenção da Secretaria Municipal de Infraestrutura – Sinfra.
“Esse é um problema grave, pois se providências não forem adotadas urgentemente a via ficará intransitável, prejudicando dezenas de moradores da Vila Sálvio Dino”, concluiu ele. 
[Assecom-Gabinete]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Proposta de Conciliação ganha corpo para a implantação da nova jornada
 A tentativa de paralisar as atividades das escolas municipais de Imperatriz através de uma greve geral, convocada por uma entidade que se reivindica representante da categoria de educadores, fracassa mediante a possibilidade de conciliação apresentada pela Associação de Gestores de Escolas do Município, Associação dos Servidores Públicos Municipais e Conselho Municipal de Educação.
Poucos professores aderiram ao movimento...
Sem adesão da categoria, a manifestação que tava agendada para as 09 horas da manhã de segunda-feira, 25 de fevereiro, não conseguiu deslanchar, aglutinando pouco mais de 80 pessoas, entre dirigentes sindicais, professores do Estado e militantes políticos, vinculado a dois vereadores dos quatro que compareceram no manifesto.
No discurso os sindicalistas demonstraram insatisfação com o documento distribuído por entidades da educação, que segundo eles, serviu para desmobilizar a greve, e com a posta de isenção do desconto da Contribuição Sindical para servidores públicos, preconizada na Instrução Normativa 01, de 14 de janeiro de 2013, do Ministério do Trabalho e Emprego.
Os grevistas não pautaram a possibilidade de pagamento de hora extra para as horas de trabalho que serão reduzidas em razão da nova carga horária decidida pelo Supremo como também ignoraram o direito de os professores receberem a gratificação CET (Condição Especial de Trabalho) proporcional à dilatação do turno.
Mais politicos e menos professores, a cara da greve...
A direção do movimento, por razões óbvias, não se reportou ao novo índice de reajuste do MEC referente a aluno ano, fixado em 7,28%, muito aquém da expectativa dos grevistas.
 “Nós continuamos entendendo que a melhor saída para o professor, nesse momento, é uma negociação que atenda aqueles pontos publicados na Carta, tais como a redução da jornada com pagamento de hora extra para cada hora reduzida, o aumento do valor do CET de acordo com o tempo de trabalho do professor em sala e a liberação do FGTS das ações judiciais transitadas em julgado. Vamos defender o diálogo e conquistar tudo isso, até porque o prefeito e o secretário de Educação já demonstraram interesse em solucionar o problema”, enfatizou a professora Cleomar Conceição, da direção da Associação dos Gestores das Escolas Municipais, bastante otimista com o resultado do manifesto dos professores de Imperatriz apresentado na Carta.
  O secretário de Educação, Zesiel Ribeiro, fez questão de salientar que o Município de Imperatriz, através da Semed, da Ouvidoria Geral e de outros setores do Governo desde o ano passado, vem adotando as providências para concretizar a redução da carga horária.
“Fizemos concurso, levantamos as deficiências do quadro de profissionais do magistério e autorizamos o chamamento de centenas de professores. Quem adota essas providências não estar brincando. Agora, com a possibilidade de dialogar com setores da Educação que estão desejosos numa saída pacífica, acredito que vamos dá uma acelerada no processo de implantação da nova jornada”, destacou Zesiel Ribeiro.
 DADOS
 No final da tarde de ontem, os dados levantados pela Secretaria Municipal da Educação revelaram que das 154 escolas municipais apenas três parcialmente foram afetada pela paralisação. Na zona rural, o movimento simplesmente passou despercebido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:11


O serviço social do hospital disponibilizou o número (99) 3638-1380 para que receber informações ou denúncias sobre a localização da criança. 

  

Uma criança do sexo feminino, com poucas horas de vida foi levada no início da tarde desta segunda-feira (25), do Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão, cidade localizada a 205 quilômetros da capital, na região leste do Estado. Segundo informações da coordenação da emergência a unidade de saúde, uma mulher, aparentando 30 anos, se passou por acompanhante para levar a criança.

Ele ficou aqui boa parte da manhã, dizendo que era acompanhante. Na hora do almoço ela foi para a fila do refeitório, mas disse que precisaria voltar para pegar uns documentos. Ela chegou ao quarto e disse à mãe que precisaria levar o bebê ao centro cirúrgico. Então ela saiu com o bebê, passou na portaria dizendo que a mãe viria logo depois e pegou um mototaxi”, afirmou Regilene de Almeida Rodrigues, da coordenação da emergência.
  
A criança teria nascido às 23h40 do último domingo (25) e levada ainda com a pulseira de identificação.

O serviço social do hospital disponibilizou o número (99) 3638-1380 para que receber informações ou denúncias sobre a localização da criança. (Fonte: Blog do Garreto)

Nossa opinião:

Ana paula, um caso ainda mal explicado
Já está na hora do governo do Estado rever  a maneira como estão sendo administrados os hospitais e Upas sob sua responsabilidade. Quase todos dias nos deparamos com  fatos inusitados nesses locais que estão se tornando ambientes pouco confiáveis.

Recentemente tivemos em Imperatriz um caso até agora mal explicado da morte de uma paciente no Hospital da Criança

Agora, outro fato lamentável ocorre o desaparecimento dessa criança, algo que só acontece quando não existe um controle rígido na portaria do hospital... Isso sem falar nos problemas administrativos dessas unidades de saúde que vem trazendo sérios prejuízos para a coletividade.

A sociedade maranhense espera uma explicação para esse descaso...

Matéria do blog do Josué Moura

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

Pedro Neiva de Santana

por Holden, em 26.02.13
Pouco menos de 2 meses da inauguração, a Av. Pedro Neiva de Santana é motivo de mais uma  obra de recuperação. Somente na marginal direita antes de chegar na rotatória da facimp, sentido João Lisboa, são 3 pontos de reforma. A rodovia peca por vários motivos na sua construção, desde as denuncias do MP, falta de rotatórias, acidentes constantes, alagamentos até afundamentos no asfalto ao longo de sua extenção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52

Mais forte que o fumo do Abdias, a familia Cury Rad, que,segundo corre nos corredores do mercado central, teriam indicado quase todos os cargosimportantes do governo Chico Nunes, inclusive elegendo a presidente da câmarade vereadores, a Ozima Cury, filha do João do Salomão, o patriarca, agorapassaram também a impor suas condições como gestores nas pastas do município.

Vereadora foi dispensada pelo secretário de Educação. 
Procurado pela vereadora Maricélia Meneses, o secretário deEducação Ivaldo Costa, genro do João do Salomão e cunhado da Ozima, fez questãode adiantar que não estaria disposto a atender as recomendações da vereadora, isso mesmo antes da mesma fazer a sua solicitação.

Segundo apuramos, o secretário tem deixado os professores tensoscom sua forma de trabalhar, obrigando-os a evitar os passeios pela sede dasecretária e até os cochichos entre os colegas.

Segundo a vereadora, que preferimos ouvi-la para evitarconstrangimentos, após sua denuncia na tribuna da câmara, sobre o comportamentoditatorial, o secretário resolveu atender as indicações da parlamentar.

Ozima e o prefeito Chico - divisão de poder
A pasta da educação ou qualquer outra, independente que tenha ou nãocondições de atender as reivindicações, sejam elas de vereadores, servidores ouaté mesmo da comunidade, deve estar aberta para ouvi-las. A secretaria é uma pastapublica como qualquer outro órgão, que deve explicação aos parlamentares que são os principais responsável por fiscalizar as ações do município.

Sentimos muito ao prefeito de Senador La Roque Chico Nunes, porter recebido este grande problema administrativo deixado pelo ex-prefeito, masnada impede que seus secretários atendam as pessoas e os vereadores, pelo menospara, cordialmente, dizer que não poderá atender as suas solicitações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:22


Por indicação n° 026/2013, foi aprovado por unanimidade asolicitação do vereador e presidente da câmara, Arcanjo Lima, junto ao secretário deSaúde Dr. Cleonaldo e ao prefeito Jairo Madeira, que providencie um veículopara transportar as pessoas especiais para APAE em Imperatriz. 

“Essas pessoasvivem em regime de total dependência e necessitam de ajudas que  devem vir do poder publico”, para Arcanjo, asolicitação é de suma importância, pois existem pais de mães que levam seusfilhos para tratamento de saúde e os ônibus coletivos que trafegam naquelasproximidades deixam os mesmos bem distantes, dificultando assim, a locomoçãodos pacientes com necessidades especiais, finalizou.

O presidente da câmara de João Lisboa esteve na entidade APAE,que fica localizada na Rua Projetada no Bairro Multirão, onde constatou, ainda,a falta de iluminação publica nas proximidades da entidade, segundo o vereador,existe um grande fluxo de pessoas que transitam naquelas imediações e que alocalidade está totalmente às escuras. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

Esse é o PDT...

por Holden, em 23.02.13

Seguindo as conveniências de uns poucos correligionários, oPDT realizou encontro nesta manhã em Imperatriz com o objetivo de lançar apré-candidatura de Flávio Dino (PC do B).

Movidos pelas características de sempre: Quem manda é quemnão tem voto. O partido teve a semana recheada, com um convite feito pelosparlamentares do PC do B, enviado a câmara e a presença marcante do ex-viceprefeito, desprestigiando as verdadeiras lideranças pedetistas, os vereadoresEnoc e Rildo Amaral, que permaneceram nos bastidores e sem direito a discurso,sombreados sob o escudo protetor do ex-vice, que se quer deixou resplandecer a liderança de quem realmente tem mandato. Esse é o PDT.

Com a presença de lideranças políticas da região Tocantina,o Deputado Federal Weverton Rocha mais uma vez foi incisivo em afirmar o seu posicionamento para o partido, que é o de permanecer como uma legenda de aluguel, e para suprir suas conveniências, declarou que o partido estará empenhado em unificar aoposição para que aja um plebiscito na eleição de 2014, pois, segundo ele, esteera o sonho de Jackson Lago.

Por outro lado, o ex-prefeito de Porto Franco, DeoclidesMacedo, disse que as eleições de 2014 devem passar pelo PDT, pois, segundo ele,o partido é precursor deste movimento oposicionista, portanto, não poderiadeixar de protagonizá-lo.  “Temos um histórico de luta na oposição e tudo começoudentro do PDT, não podemos simplesmente ser meros coadjuvantes nesse processo”,e adiantou que seu objetivo será de concorrer a câmara federal.

Tanto para os deputados federais Simplício Araujo e DomingosDutra, o REDE, partido de Marina Silva, seguirá o projeto de eleição docomunista. “Estamos em um movimento para debater o Estado, não para chegarmos divididos, pois só existem dois partidos no Maranhão; de um lado o governo e do outro a oposição”,finalizou.

O que demonstrou mais uma vez que o PDT continuará seguindo as conveniências da eleição na capital, onde o PDT serviu de manobra para efetivar Weverton Rocha no mandato, deixando de lado o legado do partido protagonizador de todas as eleições na capital e continuará enquanto for necessário, sendo partido de Jean, de Weverton e de Amim, ou de quem quiser submeter-se ao objetivo de continuar enterrado o PDT.

Saudações,

Este é o PDT...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:48

Pérolas do facebook...

por Holden, em 23.02.13


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Em uma matériadivulgada pela assessoria de imprensa da câmara de vereadores, destaca ocomentário do vereador Antonio José (DEM) presidente da comissão de obras dolegislativo, que, mesmo não sendo da base de sustentação do prefeito SebastiãoMadeira, ficou impressionado com a quantidade de frentes de trabalho existentena cidade.  "Fizemos uma série de visitas técnica às obrase ficamos surpresos com a grande quantidade de equipamentos públicos que estãosendo construídos pelo município", destacou.

Para Antonio José, asobras são de grande importância pois todas beneficiam milhares de moradores deImperatriz.
Para quem conhece aobra que está sendo finalizada na Lagoa José de Alencar, no bairro Bom Sucesso e a importância dacanalização e drenagem tanto para a saúde publica, quanto para a valorização urbanae humanização daquele bairro, sabe da importância e do impacto social dessetrabalho, que é mais que uma obra, é um patrimônio e reconhecimento do atual prefeito, que sabe da importância social e politica, e que muitos ex-prefeitos fugiram por ser uma obra grande, complexa, de um custo muito elevado e de pouco retorno eleitoral.

O impacto social em decorrênciadeste trabalho está longe de ser visto pelos críticosdo governo, mas é extremamente elogiado e reconhecido por aqueles que, sem demagogia, reconhecem o impacto e a transformação social que este tipo de obras traz.

Lagoa José de Alencar
foto Sidney/inicio das obras
É por essas e outrasquestões que sempre fica a sugestão; Não basta somente criticar e dizer  - semconhecimento de causa - , que o governo tem falhas, e elas existem, afinal, qual ogoverno que não as tem? Mas para aqueles que passaram de meros espectadores edecidiram conhecer de perto o governo, passaram também a reconhecer as grandesmudanças que o governo Madeira tem construído em Imperatriz a cada dia.  “Temoscondomínios residenciais sendo construídos com até cinco mil unidades...” “...a geração de centenas de empregos e renda aos trabalhadores...”, “...Reconhecemosque a cidade ainda está carente de muitas obras, mas temos que admitir queexistem várias frentes de serviços executada.” (Palavras do vereador Antonio José)

O vereador que não é dabase do prefeito ainda reconhece; “a maioria dos vereadores aplaude a gestão públicaque realiza um dos maiores programas de investimentos do setor público emImperatriz” e completa, “A cidade está desenvolvendo de forma considerada, poistemos aqui um prefeito à altura.”
Laboa José de Alencar- Fase de conclusão 1° etapa
foto/sidney

Quando se trabalha com seriedade, sem os falsos discursos ou falsos moralismo, como a atitude do vereador Antonio José, é fácil reconhecer osavanços obtidos ao longo desses quatro anos. É por esse e por outros motivos,que a maioria dos vereadores não aceitam fazer uma oposição sistemática, vistoque será muito difícil provar com discursos, o que a populaçãocarente ver literalmente de concreto e em obras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

Pág. 1/4



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D