Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O prefeito deJoão Lisboa disse estar pronto para cuidar dos povoados do Centro do Zezinho, eque sempre o fez mesmo com os recursos indo para Senador La Roque.

Oprefeito de João Lisboa, Jairo Madeira, refutou as declarações do vereador dacidade de Senador La Roque, Bartolomeu Gomes (PDT), sobre a questão limítrofe entreas duas cidades, e disse conter inverdades quando o mesmo diz que “João Lisboa estariarecebendo os recursos do Governo Federal para administrar os povoados, masSenador La Roque que estaria sendo responsável pelos moradores"(sic). (Veja aqui)

                     Jairo Madeira disse que os recursos da Atenção Básica e da educação sãorecebidos pela prefeitura de Senador La Roque, e disse que; dizer que SenadorLa Roque não recebe os recursos para cuidar dos povoados é uma mentira que vemsendo divulgada ao longo dos tempos; “A população sim é contada para JoãoLisboa, mas mesmo assim nem no FPM recebemos recursos a mais”.
"Sempre cuidei dos povoados, mesmo com os recursos
indo para S.L. Roque" (Jairo Madeira)

Oprefeito Jairo Madeira explica que antes de iniciar a sua gestão no inicio de2013, João Lisboa já possuía o coeficiente 1.2, e continua nesta mesma faixa, paramudar para 1.4 seria necessário que tivesse mais de 23.773 habitantes.Atualmente, segundo dados do ultimo censo do IBGE, a população é de 23.450habitantes. Jairo Madeira disse ainda, que nunca se negou a dar assistênciapara as pessoas dos povoados em questão, que diariamente são atendidos emnosso Hospital Municipal e nas repartições publicas e lamentou não poder cuidarda Educação e do PSF, Iluminação Pública e outras demandas, pois, segundo ele,os recursos, de fato, são destinados para Senador La Roque, e ainda queixou-sede estar sendo impedido de atender os povoados; “Já tentamos levar as ações donosso governo àquela região e somos impedidos, a última iria ocorrer nosábado dia 15/02 e fomos avisados um dia antes que um pequeno grupoarticulado pelo prefeito Chico Nunes estaria prontos para impedir a nossaentrada nos povoados”, denunciou. 

O prefeito JairoMadeira afirmou ainda, apoiar a decisão da justiçaem 2012, que, para ele, “corrigiu uma grande lesão ao município de João Lisboaprovocada pela lei criada pelo deputado Hélio Soares (considerada inconstitucionalpela Justiça) que depois de concedermos território para criação de senador Laroque e Buritirana a lei  transferiu ilegalmente a metade do município deJoão Lisboa (mais de 600Km² e 3.000 habitantes)para senador La Roque,  oque constitucionalmente inadmissível, deixando João Lisboa menor que osmunicípios emancipados” e finalizou se colocando a disposição para administraros povoados em questão.  
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:39

O presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), recebeu nessa quarta-feira (26) os vereadores Bartolomeu Gomes, Fatinha Sousa, Ozima Cury-Rad, Kássia Gomes, Maricélia Menezes, Rinaldo Alves, Deusa Gomes, Rita Barros e Wilias Silva, bem como a deputada Valéria Macedo (PDT), os deputados Antonio Pereira (DEM), Hélio Soares, Carlos Amorim, André Fufuca, Dr. Pádua, dentre outras lideranças e assessores, para tratarem da questão da redefinição territorial dos municípios de João Lisboa, Senador La Rocque e Buritirana.

O presidente Arnaldo Melo abriu a reunião sustentando que está a par da problemática que envolve esta questão alusiva a Senador La Rocque e comprometeu-se a depois do carnaval retomar na Casa a questão qu
e, a seu juízo, foi deflagrada agora com o projeto da deputada Valéria Macedo, mas que existe em vários outros municípios e regiões do estado, e que necessita de uma resposta institucional profunda e concludente.

O advogado Marco Aurélio Gonzaga Santos, da assessoria da deputada Valéria Macedo, fez exposição da questão jurídica que envolve o problema, esclarecendo que em termos jurídicos há um vácuo legislativo que precisa ser preenchido pela Assembleia Legislativa com a resolução definitiva do problema. Gonzaga Santos explicou que “com a revogação por incompatibilidade com o art. 10 da Constituição Estadual da Lei n.º 265/2001, os 15 povoados excluídos das leis dos três municípios limítrofes, embora vinculados sociológica, administrativa e politicamente ao município de Senador La Rocque, ficaram sem pertencer legalmente a nenhum dos três municípios, uma vez que o sistema jurídico brasileiro não admite sequer a repristinação das normas válidas dos três municípios que deixaram de vigorar no que diz respeito aos limites territoriais em razão das alterações feitas pela Lei n.º 265/2001”.


Os povoados em questão são: Tabuleirão I; Centro dos Machados; Açaizal Grande; Cajá Branca; Olho d’Água; Jenipapo; PA Novo Horizonte; Parsondas; Arapari; Centro do Zezinho; Centro do Toinho e Projeto de Assentamento Pingo de Ouro; Lagoa da Cigana e Alvorada III.


O vereador Bartolomeu Gomes (PDT) alega que os municípios de Buritirana e João Lisboa recebem recursos do governo federal para administrar os povoados, mas de fato, segundo ele, é Senador La Rocque o município responsável pelos moradores dessas regiões.
“A verdade é que há 17 anos estes povoados vêm sendo administrados por Senador La Rocque, só que de direito não são. Quem recebe a verba é João Lisboa e Buritirana. Temos que dar conta de cerca de 20 mil moradores com recurso de R$ 14 mil. FPM, assistência saúde e educação ficam prejudicadas, porque o dinheiro cai lá e nós ficamos sem ter como investir. Só quem sofre é a população”, disse o vereador Bartolomeu Gomes com a anuência dos demais vereadores presentes na reunião.


O fato concreto é que o encaminhamento da questão já consta do Projeto de Decreto Legislativo n.º 002/20104, de autoria da deputada Valéria Macedo, sendo de ressaltar o compromisso do presidente Arnaldo Melo de retomar a questão após o carnaval na Assembleia, segundo ele não só para o caso de Senador La Rocque, mas para vários outros municípios do estado.


assessoria

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:43

A deputada estadual Eliziane Gama comemora nesta quinta-feira (27) seu aniversário de 37 anos apresentando balanço de atividades políticas durante jantar que será oferecido aos colegas da imprensa e amigos.
Filha de família simples, Eliziane Gama nasceu no dia 27 de fevereiro de 1977, em Araguanã (antigo povoado do município de Monção), cerca de 400 km de São Luís e  ingressou na vida pública em 2006, com apenas 29 anos.
 Com forte atuação na defesa dos direitos humanos, a popular-socialista está no segundo mandato de deputada estadual. Única mulher na disputa da sucessão municipal em São Luís em 2012, a parlamentar ficou como a terceira colocada na disputa com mais de 70 mil votos. Atualmente preside o Diretório Estadual do Partido Popular Socialista no Maranhão.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00

Valéria Macedo

A deputada Valéria Macêdo (PDT), destacou na sessão desta terça-feira, 25, o Projeto de Decreto Legislativo n.º 002/2014, de sua autoria, que dispõe sobre a realização de consulta plebiscitária aos eleitores dos municípios de Senador La Roque, Buritirana e João Lisboa, visando o desmembramento e anexação de povoados.

De acordo com a deputada, o objetivo do projeto do plebiscito é consultar as populações diretamente interessadas, especialmente dos povoados Tabuleirão I, Centro dos Machados, Açaizal Grande, Cajá Branca, Olho D’água, Jenipapo, PA Novo Horizonte, Parsondas, Araparí, Centro do Zezinho, Centro do Toinho e Projetos de Assentamento Pingo de Ouro, Lagoa da Cigana, Alvorada I e Alvorada III, sobre o desmembramento e anexação aos municípios de Senador La Roque, Buritirana e João Lisboa.

Valéria Macedo explicou que em 2001 a Assembleia Legislativa, que era presidida pelo deputado Manoel Ribeiro, aprovou um Projeto de Lei de autoria do deputado Hélio Soares, que fez a anexação dos referidos povoados ao município de Senador La Rocque.

Segundo a deputada, com a anulação da Lei Estadual n.º 265/2001 pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, os povoados referidos ficaram sem vínculo legal com nenhum dos três municípios. Antes da Lei 265/2001 eles constavam inclusos, parte na lei de criação do município de João Lisboa e outros na de Buritirana. Com a Lei 265/2001 passaram a pertencer a Senador La Rocque, mas para isso a Lei 265/2001 teve que revogar parte das leis de João Lisboa e Buritirana. 

Com a anulação da Lei n.º 265, de 2001todos os povoados envolvidos na questão estão desvinculados das leis dos três municípios, ou seja, não integram na lei de nenhum dos três município, embora do ponto de vista fático, administrativo e político continuam – como sempre estiveram nos últimos 19 anos – vinculados ao Município de Senador La Rocque.

“Assim, há um vácuo legislativo que precisa ser preenchido por uma lei, a qual em princípio tem que ser precedida de consulta plebiscitária, segundo decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão e do texto expresso do art. 10 da Constituição do Estado e do § 4.º do art. 18 da Constituição Federal”, diz.

Para a deputada uma realidade, porém, se impõe: desde a criação do Município de Senador La Rocque, há mais de 19 anos atrás, estes povoados ficaram administrativa e politicamente incluídos a este município. Até 2001 de fato e, depois da Lei 265/2001, de direito. Com o decreto de inconstitucionalidade desta lei os povoados legalmente ficaram sem estar incluídos em nenhuma das leis dos três municípios. É que no direito brasileiro não há repristinação tácita de lei, nos termos do § 3.º do art. 2.º do Decreto-Lei n.º 4.657, de 4 de setembro de 1942, com as alterações da Lei n.º 12.376, de 2010.

“Em outras palavras, a perda da vigência da Lei “Hélio Soares”, lei estadual 265/2001, que revogou em parte as leis de criação de João Lisboa, Senador La Rocque e Buritirana, não restitui a vigência das leis de criação dos municípios de João Lisboa, Senador La Rocque e Buritirana”, explica a parlamentar pedetista vaticinando que dessa forma a situação desses povoados ficou pior do que antes da lei 265/2001, pois com a anulação desta lei hoje esses povoados não se encontram incluídos nas leis de nenhum dos três municípios Senador La Roque, Buritirana e nem de João Lisboa, precisamente porque não existe no direito pátrio a repristinação tácita. (Assessoria)

Nota do Blog: 

REVOLTA  EM SENADOR LA ROCQUE. DEPOIS DE ABANDONAR A POPULAÇÃO À PROPRIA SORTE PREFEITO CHICO NUNES CORRE ATRÁS DO PREJUÍZO


Nos últimos dias o clima é de tensão em Senador La Rocque por conta da reação dos moradores dos povoados citados que não aceitam a anexação aos municípios de João Lisboa e Buritirana. 

Por duas vezes a população interditou a MA-122, no povoado Jenipapo, divisa entre Senador La Rocque e Buritirana.  
 
As manifestações estão sendo organizadas pelo Movimento “Sou de Senador La Rocque, aqui é meu lugar”, que é contra a transferência, dos povoados Jenipapo, Olho D'Água, Novo Horizonte, Centro dos Machados, Tabuleirão, Açaizal Grande para o território de Buritirana. E os povoados Centro do Toinho, Centro do Zezinho, Pingo de Ouro e Lagoa da Cigana para a cidade de João Lisboa.
 
Pela expansão do município, no ultimo senso do IBGE o município perdeu entre 4 a 7 mil  pessoas de seu contingente populacional reduzindo o coeficiente de participação do município nas verbas federais e estaduais de 1.4 para 1.0 isso significa dizer que o município reduz sua receita em aproximadamente 30% em seus recursos.

“Esperamos por solução rápida desta situação tão incomoda para todos nós. O que a justiça esta fazendo não tem apoio da população. Não queremos de forma alguma deixar de pertencer a Senador La Rocque. O povo precisa ser ouvido por isso a rodovia vai ficar assim por tempo indeterminado”, diz a manifestante 
Antonia Maria (37).

Francisco Nunes
Inicialmente tendo abandonado o povo à própria sorte no entendimento de que ao entregar esses povoados para Buritirana e João Lisboa estaria livre de gastos, pois teria o numero da população reduzida, o prefeito de Senador La Rocque, Francisco Nunes (PV) acabou vendo que o desgaste eleitoral seria incalculável e agora resolveu correr atrás do prejuízo, se dirigindo a São Luís para tentar reverter a decisão judicial. 
 
Felizmente apareceu essa solução proposta pela deputada Valéria Macedo que há dias já havia mandado emissários ouvir a população e lideranças desses povoados no intuito de buscar uma solução que atendesse a vontade da maioria.

Por sua vez os prefeitos dos municípios de João Lisboa Jairo Madeira e Buritirana Vagtônio Brandão, na perspectiva de terem um aumento do FPM e outras verbas carimbadas como Educação e saúde, sonham com a anexação desses povoados.
 
A bola agora está com as Assembleia Legislativa do Maranhão, que tem a obrigação de decidir o mais rápido possível sobre o Decreto Legislativo 002/2014, de autoria da deputada que dispõe sobre a realização de consulta plebiscitária aos eleitores dos municípios de Senador La Roque, Buritirana e João Lisboa, visando o desmembramento e anexação de povoados. 
 
Vamos aguardar o desenrolar dos fatos e que o desfecho seja favorável à vontade soberana da maioria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52

Andrea Neves, talento e discrição no planejamento estratégico da campanha. Antonio Anastasia, competência e articulação no plano de governo. 

Com o lançamento de sua pré-candidatura previsto para o fim do mês de março, em São Paulo, Aécio Neves (PSDB-MG) está prestes a concluir a formação da equipe que vai trabalhar em sua campanha eleitoral. Ainda há indefinições, mas os nomes que estão praticamente definidos mostram o peso de São Paulo e a influência do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para a candidatura à Presidência da República. Há até pessoas próximas ao ex-governador José Serra.

O comando político estará a cargo de parlamentares tucanos, pelo menos enquanto não há alianças formalizadas com outros partidos: os senadores Aloysio Nunes Ferreira (SP) e Cássio Cunha Lima (PB) e os deputados Duarte Nogueira (SP) e Carlos Sampaio (SP). Líder da bancada no Senado, Aloysio Nunes é amigo de Serra e aproximou-se de Aécio no Senado. É um dos nomes cotados para ocupar a vaga de vice-presidente na chapa, assunto ainda em aberto.

A missão de Duarte Nogueira será fazer ligação da eleição nacional com a de São Paulo, planejando atividades em comum com o governador Geraldo Alckmin, entre outras coisas. Já Carlão - como Carlos Sampaio é conhecido -, promotor de justiça, vai coordenar o grupo de advogados responsáveis pelas ações jurídicas da campanha.

A equipe de campanha será dividida em colegiados. Um deles será responsável pela comunicação. Outros grupos, separados por temas (segurança pública, saúde, agronegócio e política externa, por exemplo), estarão encarregados de ajustar a relação do candidato com os setores da sociedade. Esses grupos também darão subsídios para as falas de Aécio e outros tucanos em entrevistas, debates e palestras.

Esses colegiados setoriais também vão contribuir para a elaboração do programa de governo, tarefa que terá coordenação do governador Antonio Anastasia (MG). Ele deixará o governo para disputar o Senado. Até julho, a principal missão de Anastasia será comandar o plano de governo.

Uma das áreas prioritárias na campanha tucana será a segurança pública. Para cuidar do núcleo encarregado do assunto, o senador convidou o sociólogo Claudio Beato, diretor do Centro de Estudos em Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O agronegócio ficará nas mãos de João Sampaio - presidente do Conselho Superior do Agronegócio da Federação das Indústrias de São Paulo (Cosag-Fiesp) e ex-secretário estadual de Agricultura no governo José Serra - e do ex-ministro Alysson Paulinelli.

Convidado para atuar na campanha de Aécio, por indicação de FHC, Sampaio conversou com Serra, que não apresentou objeção. Paulinelli, mineiro, foi ministro da Agricultura de 15 de março de 1974 a 1979 (governo Ernesto Geisel), presidiu a Confederação Nacional da Agricultura e foi deputado federal por Minas pelo ex-PFL.

Ministro da Saúde no primeiro governo Fernando Henrique Cardoso, Barjas Negri estará à frente do grupo da campanha de Aécio responsável pelos assuntos relativos à saúde. Barjas foi secretário-executivo no ministério na gestão de Serra e o substituiu no cargo. Os dois têm boa relação e a competência de Negri é elogiada pelo ex-governador. Economista, foi coordenador de políticas sociais e planejamento do Estado de São Paulo na gestão Franco Montoro.

Foi na equipe econômica de FHC que o presidenciável tucano buscou alguns dos principais colaboradores de sua campanha na área econômica. É considerada certa a participação de Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, Edmar Bacha, integrante da equipe econômica que instituiu o Plano Real (no governo Itamar Franco), e José Roberto Mendonça de Barros, ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda entre 1995 e 1998.

Também integram o núcleo formado por Aécio os economistas Samuel Pessoa, professor da Fundação Getulio Vargas (RJ) e chefe do Centro de Crescimento Econômico do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre/FGV), e Mansueto de Almeida Júnior, técnico de planejamento e pesquisa do Ipea e ex-coordenador-geral de Política Monetária e Financeira na Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda (1995-97). Foi assessor econômico do ex-senador Tasso Jereissati (CE), político próximo de Aécio.

Os temas relacionados à questão ambiental já estão sendo tratados pelo engenheiro e consultor José Carlos Carvalho - também ex-ministro de FHC (Meio Ambiente) e ex-secretário do Meio Ambiente de Minas Gerais no governo de Aécio - e o ex-deputado Fábio Feldman, ex-secretário estadual de São Paulo (governo Mário Covas). Carvalho e Feldman reuniram dezenas de representantes do setor com o senador. Apresentam propostas para o plano de governo e para o partido na área ambiental.

Para orientar a campanha nas questões de política externa, Aécio convocou Rubens Barbosa, ex-embaixador do Brasil em Londres e em Washington (governo FHC) e presidente do Conselho Superior de Comércio Exterior da Fiesp, e Celso Lafer, ex-ministro das Relações Exteriores no governo FHC.

Para não se submeter às decisões de um único marqueteiro na disputa pela Presidência da República, Aécio decidiu formar um colegiado com profissionais da área de comunicação e marketing político de diferentes agências ou independentes. O publicitário Paulo Vasconcelos, que atuou em campanhas do PSDB de Minas Gerais, inclusive de Aécio, é um nome tido como certo para estar à frente desse grupo.

Ainda na área da comunicação, a campanha contará com um núcleo específico para as ações na internet, que vai trabalhar sob a coordenação do ex-deputado Xico Graziano, diretor do Instituto Fernando Henrique Cardoso. Ele atuou na campanha de Serra ao Palácio do Planalto em 2010, mas se afastaram.

O deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG) e a ex-deputada Rita Camata (ES) vão coordenar um grupo que vai discutir e propor ações na área social, como educação, assistência e inclusão. Eles comandam um núcleo social do PSDB, responsável pelo Portal Social do Brasil, criado para ser canal de discussão com a sociedade na área de políticas públicas.

Andrea Neves, irmã do senador, será uma espécie de consultora, sobretudo na área de comunicação, mas sem função específica. Houve especulações de que ela coordenaria a campanha, o que foi negado pelo grupo próximo do senador. (Valor Econômico)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:30

A deputada Eliziane Gama reuniu pré-candidatos a deputado federal e estadual, além de lideranças do PPS de todas as regiões do estado, em encontro estadual do partido para discutir o processo eleitoral e outubro.
eliziane2No encontro a deputada Eliziane Gama apresentou as propostas de diretrizes para o Plano de Governo do PPS e esclareceu que a construção das propostas foi realizada a partir da contribuição dos membros da Rede de Sustentabilidade, Instituições Públicas e também das visitas às regiões do Maranhão através das atividades do “Programa Pé na Estrada” do PPS, que tem como objetivo fortalecer o projeto majoritário do partido.
eliziane
Plano de governo é o primeiro a ser apresentado no Maranhão
Eliziane é a primeira entre os candidatos a governador a apresentar se projeto para governar o Estado.
- Quero agradecer aos membros da Rede que são pessoas fundamentais na construção deste Plano e também a todos que integram o PPS que contribuem com este partido. Não tenham dúvida que darei tudo de mim para que o nosso estado seja um dos melhores - enfatizou.
O secretário geral do PPS-MA, Paulo Matos destacou o potencial do partido no Maranhão e o crescimento da sigla no estado.
- Eliziane tem cumprido um mandado na Assembleia voltado para a pessoa humana e tem uma trajetória de vida de superação e é um exemplo para todos nós. Na eleição de 2012 nos mostrou que o PPS tem condição de ter uma frente ampla de participação, pois mesmo com dificuldades teve uma campanha vitoriosa. Tenho que certeza que o PPS elegerá ótimos candidatos - concluiu Paulo Matos.
O encontro, realizado no Rio Poty Hotel, foi finalizado com roda de debates com os pré-candidatos e apresentação de sugestões e contribuição de lideranças de várias regiões do Maranhão para inclusão de propostas no Plano que será apresentado pelo PPS.
Por Marco Dça

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:07

Dilma bateu no teto...

por Holden, em 24.02.14
Os dois principais pré-candidatos da oposição à corrida presidencial apostam na largada oficial da campanha para desbancar a dupla Dilma e Lula como condutores preferenciais das mudanças desejadas por dois terços da população nas ações do governo a partir de 2015. O governador Eduardo Campos (PSB) e o senador Aécio Neves (PSDB) acreditam que a indicação dos petistas como mais preparados para implementar mudanças na forma de governar, revelada pelo Datafolha, reflete muito mais o amplo conhecimento que a população tem da atual ocupante do Palácio do Planalto e de seu antecessor.

Para PSB e PSDB, partidos que já costuram aliança em um eventual segundo turno, o brasileiro segue desatento ao processo de sucessão e as pesquisas ainda espelham o desconhecimento de seus candidatos."A lista [com os dois petistas como condutores preferenciais dessa mudança] é muito mais na base do recall dos nomes do que qualquer outra coisa", afirmou à Folha o governador pernambucano Eduardo Campos.

"O que chama a atenção é o desejo majoritário por mudança. Esse desejo parece estar cristalizado, está tendendo a se uniformizar em todas as regiões e tem uma dinâmica forte nas grandes cidades e entre jovens. O que há, na verdade, é um desconhecimento alto das [candidaturas] alternativas, e isso tem data certa para ser superada, que é a campanha eleitoral", completou Campos, ex-aliado de Lula e Dilma.

O PSDB foi na mesma linha de avaliação. Instruído a falar em nome do senador Aécio Neves (MG), pré-candidato do partido, o deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) afirmou que a população só "entra no jogo para valer" com o início do programa eleitoral gratuito em cadeia nacional de rádio e televisão.

Pelo fato de a pesquisa não ter registrado alterações de novembro até agora nem na popularidade da presidente nem na intenção de voto, os dois partidos avaliam internamente que a petista parece ter atingido um teto de desempenho após investimentos em comunicação nos últimos meses. "Há uma máquina governamental poderosa de comunicação e, no entanto, só 41% aprovam o governo", disse Pestana. (Folha de São Paulo)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34


  •  Escrevo essa carta aos irmãos cristãos brasileiros, parabenizando a todos pela conscientização política que cada vez mais se espalha em nosso meio vencendo antigas resistências de nossos pais da fé. Hoje temos uma bancada evangélica composta por homens de Deus que muito contribuem para a defesa da família, dos bons costumes e principalmente a defesa das liberdades civis, para que não venhamos a correr o risco de serem aprovadas Leis que impeçam a livre manifestação de pensamento inclusive o cerceamento de pregar a Palavra de Deus que é inflexível em defesa da família e contra a conscupiciencia e as abominações. O famigerado PL122, quase virou Lei não fosse a grande luta de parlamentares cristãos que cerraram fileiras para que fosse apensada ao novo Projeto do Código Penal, uma vitória histórica.
    Cheguei ao Parlamento Brasileiro sem experiência política, o que a princípioacreditei ser uma deficiência, a vivência nas lides no Parlamento me fez enxergar que tudo aquilo que aprendi na Palavra se tornou realidade, pois aprendi que Deusnão escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos, e de simples pregoeiro, consegui superar obstáculos e hoje sei que estou à altura dos melhores legisladores que labutam no Parlamento. Minha preocupação tem sido no sentido de aprimorar meus conhecimentos estudando teóricos da Ciência Política e da Filosofia, não esquecendo os antigos mestres: Moisés, José, Daniel, Ciro e tantos outros.
    Meus queridos irmãos, não compactuo com teorias conspiratórias alarmistas, mas constato que partidos de esquerda, de orientação marxista,trotskista, stalinista, que vem sistematicamente aparelhando o Estado, infiltrando seus agentes e enfraquecendo as instituições tradicionais, como a Igreja e desestruturando a família permitindo uma massiva liberação de costumes, onde, programas de TV, em horário onde a família está reunida, se assiste cenas pesadas de agressões e abominações. Também fomentam lutas fratricidas colocando índio contra branco, operário contra patrão, heterossexual contra gay ao invés do diálogo franco e conciliador. Porque estamos sob o manto daquele que tudo vê, mas o mestre nos ensinou que a parte que cabe ao homem temos que dar conta, então vamos lá, existe uma forte maquinação perpetrada por partidos de esquerda no sentido de implantar em nosso Pais um regime totalitário, onde o centro das decisões políticas que nortearia o destino de todo povo seria de uma central de poder composta por pessoas descompromissadas com tudo que um Pais Cristão constrói para o bem estar de seu povo lastreado por um vínculo familiar onde o Pai a Mãe, cabeças desse pequeno universo, orientam os filhos no caminho do bem, em que nada vem sem o esforço de seu suor, e, que acima de nós existe um Deus que tudo criou e que nos reservou um futuro glorioso numa dimensão maior que nossa imaginação possa mensurar.
    Peço aos meus queridos irmãos que nesse ano, façam uma introspecção em relação ao que fizemos para evitar que políticos profissionais evangélicos bissextos novamente apareçam na porta de nossas Igrejas como verdadeiros baluartes da fé pedindo espaço nos púlpitos, conseguindo iludir nosso povo, virando as costas e nunca sendo visto nas reuniões da Frente Parlamentar Evangélica, demonstrando não se importar com o que delibera tão importante colegiado.
    Finalizando agradeço o apoio irrestrito de toda Nação Cristã, e oro para que Deus continue a derramar sobre nosso povo as mais especiais bênçãos dos céus.
    Obrigado!
    Pastor Marco Feliciano Deputado Federal – PSC/SP

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

O prefeito de São João do Paraíso e o Secretário Municipal de Agricultura Sr. George Barros, acompanhado de mais três pessoas, dentre as quais seguranças do Prefeito Sr. Valmir, conhecido pela alcunha da “Bagaio” e  outro conhecido como “Pau-de-Gato”.
Os conselheiros estavam em audiência quando os auxiliares do prefeito Zé Aldo chegaram e levaram todos os móveis e equipamentos, documentos pessoais de pessoas e menores, para um salão, onde funcionava um Bar, na Rua Maranhão.
Vereador Zaqueu Barros denuncia
prefeito e auxiliares
Havia uma tratativa entre a coordenadora do Conselho Sra. Eva Viana e os demais conselheiros para mudar o local onde estava para um outro, mas os conselheiros disseram que mudariam apenas após o prefeito fazer as divisórias, pois no referido local funcionava um bar, era aberto, e sem as menores condições de atendimento reservado a crianças e adolescentes vítimas de abusos de todas as ordens, inclusive e principalmente abusos sexuais.
O vereador Zaqueu Barros procurou este blog para denunciar o Prefeito Zé Aldo e seus auxiliares, pois as intervenções e retaliações ao Conselho Tutelar com violação dos sigilos constituem crimes e atos de improbidade administrativa e o que é pior: esvazia o Conselho Tutelar do Município, tornando ainda mais frágil a defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes. “O prefeito Zé Aldo e seus auxiliares demonstram que não respeitam a lei, que não temem as Instituições do país e agem de forma truculenta e com uso da força bruta”.  
A conselheira Dores dos Reis Marinho disse a reportagem que “a equipe do prefeito chegou ao local e foi levando praticamente na marra todos os bens do Conselho, sendo de ressaltar ainda que o que dizia um dos capangas do Prefeito conhecido coo “Pau-de-Gato”: “quem manda no conselho é o Prefeito”.
O Conselho e o vereador Zaqueu Barros consultaram o advogado Marco Aurélio Gonzaga, o qual nos disse que o o prefeito e seus auxiliares podem ser enquadrados no crime previsto no art. 236 do ECA consistente no impedimento ou embaraço à ação dos conselheiros e do Ministério Público. Essa é a avaliação jurídica do referido advogado. Ele nos disse que a conduta é claramente ilegal e abusiva e com relevância penal e na Lei de  Improbidade Administrativa.
O Conselho informou ainda que “tem uma liminar assegurando-os a permanecerem no local onde estavam até o prefeito adequar o espaço para o Conselho tutelar”, ou seja, pela informação o Ministério Público de Porto Franco teria providenciado uma liminar assegurando os conselheiros a permaneceram no local onde estavam até serem adequadas às novas instalações do Conselho. O prefeito e seus auxiliares podem ter cometido também crime de desobediência previsto no art. 330 do Código Penal. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

No Maranhão, uma aliança inusitada pode mudar a história, emais uma vez será proporcionada pelo grupo Sarney. A possibilidade de estar na mesma coligação do PMDB - que deve também eleger o ter o pré-candidato e provável governador tampão,Luis Fernando – O PT e o PSDB.

O PT já está confirmado com a intervenção nacional que beneficia o presidente Monteiro.

Na politica, até boi voa.
O inusitado pode ocorrer por conta dos deputados Federais e Estaduais tucanos qu7e também são simpáticos aproposta e até ensaiam a desculpa que apoiar o secretário de infraestrutura nãoé a mesma coisa que apoiar os Sarneys, e para o PT, que poderia não aceitar aaliança, em função da briga histórica travada entre os dois partidos que tempolarizado as eleições nacionais, vê, agora, a possibilidade de evitar odesgaste de estar junto com a oligarquia, colocando, também, o seu maior rival nomesmo bloco no Maranhão,  o que evitariao desgaste que pode ser usado pela oposição, na campanha para presidente. A possibilidadenão é debatida e nem cogitada pela Nacional, apesar de estar na crista dosolhos do parlamento Estadual e até do prefeito de Imperatriz, que nuncaescondeu seu desejo pela eleição de Luis Fernando.

Segundo fontes palacianas, o PT teria uma pesquisa em mãosque confirmam que somente a aliança com Sarney lhe traria um prejuízo em tornode 6% de votos, se confirmar a predestinação e o desejo dos tucanos do ‘Mara’,é possível que os dois maiores rivais eleitorais do Brasil venham dividir omesmo palanque.

É aguardar...


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21

Vice-presidente Buzuca e presidente Edvaldo Cardoso (foto/divulgação)
Vice-presidente Buzuca e presidente Edvaldo Cardoso (foto/divulgação)
A informacão é do jornalista Marcelo Rodrigues. Veja a materia abaixo:
IMPERATRIZ – Sociedade Imperatriz de Desportos poderá perder o atual presidente. Sexta-feira (21), houve uma reunião com um grupo de pessoas interessadas em assumir o time. A intenção é viabilizar ações em caráter de urgência, para salvar a derrocada do momento.
Desgastado, com dificuldades econômico financeiras, o consequente divórcio de jogadores, diretor e conselheiros, e sem o apoio dos atletas e comissão técnica, Edvaldo Cardoso está propenso a renunciar o cargo de diretor presidente do Imperatriz. Se acontecer, é uma decisão tomada na hora certa.
Cardoso ainda não entregou a carta de renúncia. Entretanto, declarou à imprensa, que após fazer uma reflexão sobre o momento e os consequentes problemas que tendem a ficar mais difíceis, resolveu comunicar a sua família e aos amigos que, vai entregar o cargo.
É possível que Edvaldo Cardoso entregue a carta de demissão nesta segunda-feira (24), ao vice-presidente Buzuca, que deverá tomar uma decisão sobre o futuro administrativo do Imperatriz. A carta será entregue ao vice-presidente, porque o Cavalo de Aço no tem no momento o presidente do Conselho Deliberativo, que renunciou na quinta-feira (20).
“Farei a prestação de contas do que recebi e do que gastei tanto no ano passado quanto neste ano. Quem assumir, terá em mãos o relatório do que tem a receber e o que tem a pagar”, disse o presidente demissionário. Ele comentou que já conversou com o empresário João Pantera.
O jornalista esportivo Dema Oliveira, comenta que o grupo que se propõe a assumir a Sociedade Imperatriz de Desportos é composto pelos ex-diretores Nilson Takashi, Cândido Madeira, Regivaldo Pacheco e João Pantera, além de outros nomes que se manifestaram interessados em ajudar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:08

Não há quem duvide do poder de articulação do presidenteHamilton Miranda, apesar de não apresentar nenhum charme político.  

No entanto, Hamilton é reconhecido por articularinteligentemente as suas pretenções, sejam elas quais forem, e até dirimir,como ocorreu agora em fato recente, mexidas políticas que possam, de algumaforma, diminuir sua posição de líder maior no legislativo municipal.

Havia nos bastidores dois ensaios para antecipar a eleiçãoda mesa da camara; Um articulado pelo vereador Silva, que deseja ver o vereadorZé Carlos presidente, o outro pelo vereador e vice presidente da câmara,Esmeradson de Pinho.

Hamilton, por sua vez, conseguiu em uma breve articulaçãodesmanchar as duas possibilidades. Com a primeira prometeu que garantirá asucessão, se estes não adiassem o processo, pois, segundo ele, uma eleiçãoantecipada o traria certo desgaste, o que ele não deseja de forma alguma, poratrapalhar suas pretensões políticas futuras, que envolvem de forma antecipada,e até conturbam o cenário político local, de ainda ser o sucessor de Madeira.Esmeradson também foi convencido de desistir do processo, desta, Hamilton,articuladamente, trouxe o vereador para a mesa de negociações e disse que essadisputa apenas desgastaria a ambos, convencendo o vereador a também desistir deadiantar o processo.

O receio porem passa por outro processo; O da eleição Estadual,com uma provável eleição do comunista Flávio Dino, se confirmando o que apresentamas pesquisas hoje, interromperia o objetivo dos pretensos, que vêem a possibilidadeda eleição cair no colo do vereador Carlos Hermes, também comunista.

E é exatamente isso que incomoda tanto os vereadores.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55

Pelo menos três acidentes foram registrados ontem, somente naAvenida Pedro Neiva de Santa, um; com duas vitimas fatais.

A manobra arriscada, imprudente, estacionamento em filadupla, avançar o sinal no vermelho, avançar a preferencial, é apenas um dospoucos atos de imprudência que se tornaram comuns nas atividades deprofissionais e condutores de veículos em nossa região.

Há quem diga, que esse tipo de imprudência seria somentedos motoristas de Imperatriz, o que virou uma cultura, se isentar a centena de veículos de outras cidades que circulam dentro do municipio e que também não respeitam as normas de transito. 

Mas o que afeta ainda mais é a ausência de responsabilidade ede medidas enérgicas ou preventivas por parte das autoridades de transito;Iluminação, faixas, redutores de velocidades e pardais poderiam evitaracidentes trágicos como o que culminou com a morte dos dois jovens estudantes;Henrique e Karine, que seguiam para a faculdade na noite de ontem (20), na Av.Pedro Neiva de Santana, e foram surpreendidos por um caminhão em sentido contrário e proibido, causando a morte instantânea dos dois adolescentes.

Mas afinal, até quando os acidentes continuaram a acontecerentre as duas cidades sem que a autoridades tomem providencias? Somente ontem,pelo menos três casos foram registrados na mesma avenida, que além dos buracosainda dependem de  iluminação na parte danoite.

Fica, mais um exemplo trágico e fatal que reforça o debate quanto a segurança notransito, e que, a instalação de pardais poderia diminuir a quantidade deacidentes que tem ocorrido naquela avenida, sem isentar, claro, a grandeirresponsabilidade do profissional, que mesmo sendo seu único oficio, o de conduzir um veículo,ainda exerce de forma imprudente e arrisca, fatalmente, a vida de terceiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

A presidente do Diretório Estadual do PPS, deputada Eliziane Gama destacou na manhã desta quinta-feira (20) a realização do “Encontro Estadual dos Pré-candidatos a Deputado Estadual e Federal do Partido Popular Socialista”. Segundo a parlamentar, o evento que reunirá as lideranças do PPS será realizado na tarde deste sábado (22) no Hotel Rio Poty.
 “Quero fazer registro sobre nosso ‘Encontro Estadual dos Pré-candidatos a Deputado Estadual e Federal’ que será realizado neste sábado. Nós faremos um encontro com todas as lideranças do partido do interior do Maranhão e da capital”, enfatizou.
 Eliziane Gama informou que o encontro será momento para discutir as estratégias do partido para as eleições deste ano e o direcionamento do partido na proposta de candidatura majoritária
 NA tribuna a deputada lembrou que os membros do PPS já realizaram várias visitas em todas as regiões do Maranhão através das atividades do “Programa Pé na Estrada”, que tem como objetivo fortalecer o projeto majoritário do partido e construir o Plano de Governo da legenda.
 “Já realizamos várias reuniões e visitas pelo Maranhão, visitamos o Sul do Estado, a Baixada, o Baixo Parnaíba, e outras regiões colhendo informações junto a profissionais liberais, associações, sindicatos, pré-candidatos, vereadores e demais lideranças. Todas essas informações elas foram compiladas junto a uma equipe inclusive muito competente com representantes da UFMA, UEMA e também universidades particulares para elaboração do programa de governo do PPS”, esclareceu.
 A deputada finalizou o discurso destacando o ideal do PPS para as eleições de outubro deste ano. “Este encontro é fundamental e importante para aquilo que pregamos que não é apenas meramente uma candidatura pela candidatura, mas acima de tudo uma candidatura diferenciada programática e alternativa para o Maranhão”, concluiu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Dono da Eletromil é preso no Piauí.

por Holden, em 19.02.14
Eduardo Facunde e o filho, durante apresentação pela Polícia Civil do Pará
A prisão do ex-empresário Eduardo Facunde, dono da empresa Eletromil, é uma evidência de que a rede de proteção armada para lhe proteger não foi eficiente além das fronteiras do Maranhão.
Eduardo Facunde e o filho, durante apresentação pela Polícia Civil do ParáForagido da polícia há vários meses, Eduardo foi preso no Piauí no final de semana. O filho dele também foi preso.
Eduardo era o proprietário das lojas Eletromil. A empresa lesou milhares de consumidores que aderiram ao plano de compra premiada e não receberam nem os bens nem a devolução do dinheiro investido. A Polícia Civil do Pará calcula que somente naquele Estado, cinco mil pessoas foram enganadas, num total de R$ 30 milhões envolvidos.
Sempre circulando nas rodas da dita alta sociedade maranhense, Eduardo era bem relacionado. Todos na região de Bacabal sabem das histórias de políticos e autoridades que conviviam com o empresário. Pessoas ligadas a Eduardo faziam questão de explicitar o relacionamento dele com membros do poder Judiciário em todos os níveis.
E foi essa proximidade com os poderosos, decorrente até do financiamento de campanhas eleitorais, que possibilitou a Eduardo se manter livre das grades todo esse tempo.
O problema é que, fora a proteção Divina, não se pode ter outra proteção todo o tempo em todos os lugares. E os padrinhos do ex-empresário não puderam avisá-lo da operação montada pela Divisão de Investigação e Operações Especiais da Polícia Civil do Pará.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Pág. 1/3





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D